Tel.: (11) 2936-5446

Rua da Mooca, 3177

Produtos

Aromaterapia

Antroposofia

Cosméticos

Ervas Medicinais

Essenciais Florais

Fitoterapia

Homeopatia

Manipulação

Produtos Naturais

Óleos Essenciais

Oligoelementos

Medicina Ortomolecular

Ervas Medicinais



O uso de plantas medicinais teve início provavelmente na pré-história. Os primitivos iniciaram as práticas de cura, ingerindo algumas plantas pelo instinto de sobrevivência e observando os efeitos, com o tempo foram determinando o resultado que cada uma favorecia. Com isso, o conhecimento foi se acumulando e passando de geração a geração e assim nasceu a arte de curar com as plantas. A medicina de hoje se deve em grande parte às plantas medicinais do nosso passado e vários medicamentos foram desenvolvidos a partir delas. Diferente dos remédios convencionais, as ervas agem de maneira mais lenta, porém eficaz. E afinal, temos a certeza de que a "Produtora desses Medicamentos" jamais falsificaria sua criação (A Mãe Natureza).
É importante observar que a Milícia toma todos os cuidados necessários para garantir a comercialização de ervas medicinais cultivadas sem agrotóxicos e sem conservantes químicos.

Uso das Ervas na Medicina Caseira

Bebida: Tome várias xícaras por dia, de preferência longe das refeições, a não ser que o uso do chá seja exatamente para estimular as funções digestivas.
Compressas: Indicadas para diversas situações, tais como: inflamações dos olhos, da pele, cólicas abdominais e distúrbios renais. Usa-se um pano umedecido.
Banhos: Consulte seu profissional de saúde sobre banhos que convém a você. Dentre os mais comuns: distúrbios genitais femininos e agitação dos bebês.
Cataplasma: Socam-se as plantas, formando uma papa que se coloca sobre o local dolorido. Permaneça por 10 minutos após secar e enxágue com abundância.
Gargarejos: Pode-se colocar sal de cozinha ou mel depois de coar o chá. O sal e o mel são anti-sépticos e aumentam o poder antiinflamatório dos chás e aumentam o poder antiinflamatório dos chás. Faz-se gargarejo várias vezes ao dia.
Inalações: Ferva o chá e coloque-o num recipiente, aspire o vapor protegendo a cabeça, duas ou três vezes ao dia.
Lavagens: Os chás podem ser usados também para lavagens intestinais e vaginais, quando indicado pelo profissional de saúde.
Modo de Preparar
Conheça o modo de preparo correto para melhor aproveitar as propriedades medicinais de nossas ervas:
Infusão: Para ervas aromáticas e outras plantas ou partes de estrutura frágil, como flores e folhas. A água fervente é despejada sobre 1 colher de sobremesa da erva e em seguida abafada, por dez minutos. Não é aconselhável ferver água juntamente com tais ervas, pois as essências poderão evaporar, causando a perda de sabor e poder medicinal.
Cocção: Para raízes, cascas e sementes. Na cocção, a planta é fervida por pelo menos 5 minutos e abafada por 10 minutos (1 colher de chá para cada xícara de água).

Cuidados para Maior Eficácia dos Chás
• Para melhor conservação dos chás, recomendamos mantê-los na embalagem original, protegidos contra a luz e umidade.
• Nunca tome um chá mais de 24 horas depois de seu preparo, pois terá se iniciado o processo de fermentação
• Recomendamos variar o chá, evitando-se consumir o mesmo chá por mais de trinta dias, pois o nosso organismo tende a responder cada vez menos.
• Evite utilizar utensílios de metal. O ideal é utilizar uma panela de barro, louça ou esmalte, que conservam melhor as propriedades dos chás
• Se tiver alguma dúvida, ligue para nosso serviço de atendimento ao cliente, ou o local onde adquiriu o produto.



Design
Todos os Direitos reservados a Oligo Farma - Oligo Farma
Desenvolvimento